Arquivo de 'kate middleton'



postado por Amanda Gramazio e categorizado como Matérias
15.02.2019

Não houve anúncio oficial do Palácio, mas na noite de quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019, Kate, a Duquesa de Cambridge, organizou um jantar muito maduro no Palácio de Buckingham. A lista de convidados incluiu uma série de especialistas que vem trabalhando com Kate em sua última campanha focada no bem-estar e saúde mental de crianças em idade escolar na Grã-Bretanha. A Duquesa conseguiu pessoalmente permissão da Rainha para usar a residência da monarca em Londres.

Por trás das cortinas, Kate passou o ano passado trabalhando de perto com especialistas e acadêmicos para investigar a correlação entre crianças vulneráveis que posteriormente passam problemas de saúde mental, dependência e questões antissociais na vida adulta. A Duquesa lançou a campanha em setembro de 2018 e desde então formou um grupo de especialistas em saúde, funcionários de caridade e acadêmicos. Eles estão trabalhando juntos para investigar se uma intervenção precoce já na infância poderia fazer a diferença na vida adulta da população que Kate tanto gosta. As conclusões do estudo serão reveladas ainda este ano.

Em aparições recentes, a Duquesa falou sobre sua crença apaixonada de que a intervenção precoce pode prevenir problemas mais tarde na vida. Na terça-feira (05.02.19), Kate visitou duas escolas primárias em Londres para marcar a Semana de Saúde Mental Infantil, como patrocinadora da instituição de caridade Place2Be, uma organização beneficente de saúde mental infantil do Reino Unido.

Enquanto o jantar de quarta-feira pode parecer menos importante, era igualmente relevante para Kate. “Foi um jantar para alguns dos especialistas grupo que a duquesa vem organizando, junto com algumas outras pessoas importantes que foram identificadas como tendo potencial para causar impacto no projeto”, disse um assessor real. “A noite foi um grande sucesso e um importante momento da campanha.”

Kate iniciou o projeto antes de engravidar do Príncipe Louis. De acordo com o assessor real, suas visitas a instituições de caridade e organizações de apoio como a Place2Be a ajudaram a perceber que muitos problemas de saúde mental decorrem de traumas na primeira infância. “A Duquesa viu quantos problemas na vida adulta podem surgir nos os primeiros anos de vida”, disse o assessor. “Ela vem trabalhando com um grupo de pessoas e examinando evidências científicas que mostram que qualquer trauma nos primeiros dois anos de vida pode ter um impacto sério e duradouro no futuro”.

No ano passado, ela participou de um simpósio de acadêmicos e instituições de caridade que defendem a intervenção precoce na vida das crianças. Agora, ela formou seu próprio comitê, que se reúne uma vez por mês e está nos estágios de elaboração de um plano de longo prazo. “Ela está realmente concretizando sua ideia, trabalhando com muitas pessoas para que isso aconteça”, disse o assessor. O assessor acrescentou que Kate compareceu a quase todas as reuniões mensais, realizadas na The Royal Foundation e no Palácio de Kensington.

Há entusiasmo sobre a ideia no Palácio, e Kate está muito comprometida com o trabalho. “As ideias estão realmente se desenvolvendo com a Duquesa no comando. As pessoas verão um aumento no engajamento da Duquesa, fazendo mais eventos mais específicos para a causa. Estamos no processo de juntar as coisas ”, disse o assessor. “Este não é um projeto no qual a Duquesa vai entrar e sair, é algo que a trabalhará nas próximas décadas. Esta é uma missão muito pessoal e Kate quer assumir. ”

 

Fonte: Vanity Fair

postado por Carolina Moreira e categorizado como Eventos
13.02.2019

A Duquesa de Cambridge pediu mais apoio para professores e alunos durante a conferência The Mental Health in Education da The Royal Foundation em Londres hoje.

A conferência no Mercers Hall hoje reuniu delegados de todos os setores de saúde mental e educação para explorar e discutir os benefícios do trabalho colaborativo e o que mais pode ser feito para lidar com problemas de saúde mental nas escolas.

O evento, organizado pela apresentadora Kate Silverton, contou com um dia inteiro de palestrantes, painéis de discussão e sessões de discussão.

Apresentando a Duquesa hoje, Silverton disse: “Como todos vocês sabem, ela tem sido uma grande força motriz por trás de grande parte da The Royal Foundation que apóia crianças em seus primeiros anos. Sua Alteza Real, é uma honra absoluta tê-la conosco aqui hoje, obrigada por todo o trabalho que você está realizando neste campo.”

Após a apresentação de Kate Silverton, a Duquesa de Cambridge fez um discurso agradecendo aos que estavam lá ajudando a melhorar a saúde mental nas escolas. Leia o discurso dela abaixo:

É realmente emocionante ouvir todos aqui falando com sua vasta experiência sobre a importância da saúde mental e, particularmente, sobre o desenvolvimento emocional de nossos filhos e professores.

O que todos nós temos discutido aqui hoje realmente traz à luz o papel vital que os professores estão desempenhando no apoio à saúde mental de nossos filhos mais jovens.

Obrigada a todos pela sua dedicação a esta importante causa, quer seja trabalhando em escolas, universidades, instituições de caridade ou em outros locais.

Nos últimos oito anos trabalhando com instituições de caridade, conheci alguns de nossos principais especialistas em saúde mental, dependência química, desamparo familiar, falta de moradia e educação.

Eles me ensinaram repetidas vezes que a causa raiz de muitos dos problemas sociais de hoje pode ser rastreada desde os primeiros anos da vida de uma pessoa e, muitas vezes, ao longo de gerações.

As evidências científicas e outras são claras: os primeiros anos da vida de uma criança são mais importantes para o desenvolvimento e para a saúde e felicidade do futuro do que qualquer outro momento único em nossa vida.

Também está claro que o desenvolvimento positivo de nossos filhos está diretamente ligado àqueles que cuidam deles, professores, cuidadores e pais.

E como ouvimos hoje, é vital, portanto, que apoiemos os professores com seu próprio bem-estar, para que possam encontrar o melhor nível de atenção para todas as crianças, em suas escolas e comunidades em que trabalham.

Nenhum de nós, no entanto, pode fazer a diferença sozinho.

Eu me sinto tão apaixonada em trabalhar junto e estar aqui hoje me afirmou o quanto já está sendo feito, então agradeço a todos vocês que estão priorizando a importância da saúde mental e a importância do desenvolvimento infantil como um todo. Estou ansiosa para ouvir como suas discussões levarão a medidas proativas e a um compromisso cada vez mais retumbante com escolas, professores e crianças mentalmente saudáveis.

Obrigada.

Sua Alteza Real ouviu várias sessões, incluindo uma sobre os benefícios da integração de módulos de saúde mental em cursos de treinamento de professores, e outra sobre o papel dos líderes escolares na criação de uma cultura de bem-estar nas escolas.

Em um dado momento, Kate fez uma revelação: “Quando comecei – e aprendi muito em um curto período de tempo trabalhando com organizações -, eu era muito ingênua como mãe, de quão importante, em especial, os primeiros anos são para o futuro das crianças. E o quão crítico é, todos cuidando das crianças em um momento crítico, professores, pais e todos que estão cuidando deles, como é importante que acertemos.”

Durante sua visita, a Duquesa de Cambridge reuniu-se com professores-chefes de várias escolas que atualmente estão testando o programa Mentally Healthy Schools (Escolas Mentalmente Saudáveis) da The Royal Foundation.

Lançado pela Duquesa de Cambridge em 2018, Mentally Healthy Schools é um site que dá às escolas primárias acesso gratuito a centenas de recursos de saúde mental da mais alta qualidade, ajudando os professores a apoiar melhor a saúde mental de seus alunos.

Este é um dos programas originados da campanha Heads Together e está sendo entregue em parceria com The Anna Freud National Centre for Children and Families, Place2Be e Young Minds.

Este evento faz parte do trabalho contínuo da Duquesa na The Royal Foundation, onde grande parte do seu foco é apoiar e promover a saúde mental de crianças e jovens.

Veja +500 fotos em HQ do evento:


Fontes: Daily Mail e The Telegraph

postado por Carolina Moreira e categorizado como Uncategorized
18.11.2017

Receber cartões comemorativos das famílias reais é uma alegria para qualquer fã da realeza. Receber um é extremamente fácil, mas não podemos nos esquecer de algumas coisas básicas. Saiba aqui as ocasiões ideais para enviar uma carta.

Você pode enviar um cartão ou uma cartinha para eles, desde que estejam escritos em inglês. Você quer ser compreendido, certo? Embora qualquer cartão gentil e respeitoso seja aceito, a carta exige um pouco mais de etiqueta, como:

Comece a carta com Your Royal Highness (Sua Alteza Real), Your Majesty (somente se estiver escrevendo para a Rainha) ou Dear Madam ou Dear Duchess of Cambridge (Não escreva dear Kate, dear Princess etc.)

Não seja pessoal demais na carta. Afinal de contas, é com um membro da Família Real que você está falando. Algumas boas ideias  são: enviar felicitações sobre a época de fim de ano, falar sobre o trabalho que eles realizaram durante o ano, alguma realização deles em particular que te inspirou ou comoveu…

Termine a carta com Yours Sincerely ou Most Sincerely, seu nome em seguida e seu endereço.

A chance de que os membros da Família Real vejam sua carta ou cartão é pequena. Eles recebem milhares de cartas, e é impossível que leiam todas. No entanto, a equipe do Palácio que trabalha com isso irá te escrever de volta ou enviar o cartão festivo.

Aqui no Brasil, a melhor época para enviar os cartões de natal é a partir da segunda quinzena do mês de novembro. As correspondências demoram cerca de duas a três semanas para chegar ao Reino Unido, e é a hora perfeita – nem cedo nem tarde demais.

Prestem atenção na hora de escrever seu endereço na carta para receber uma resposta. Escreva na própria carta e no envelope. Coloque seu nome, sua rua e número, bairro, cidade, estado, país e o CEP. O CEP é muito importante, já que mesmo que eles errem o resto do endereço (como já aconteceu comigo), se o CEP estiver correto, a carta irá chegar mesmo assim. Não precisa traduzir o endereço, escreva do jeito que ele é mesmo (ex: Avenida Paulista). Se você quiser pode escrever Brazil ao invés de Brasil para facilitar.

 

O primeiro cartão que recebi da realeza

 

Escreva para a Duquesa e o Duque de Cambridge:

HRH The Duke and Duchess of Cambridge

Clarence House

London SW1A 1BA

United Kingdom

 

Escreva para a Rainha:

Her Majesty The Queen

Buckingham Palace

London SW1A 1AA 

United Kingdom

 

Escreva para o Príncipe Philip:

The Duke of Edinburgh

Buckingham Palace

London SW1A 1AA

United Kingdom

 

Escreva para o Duque e a Duquesa de Sussex:

HRH The Duke and Duchess of Sussex

Clarence House

London SW1A 1BA

United Kingdom

 

Escreva para o Príncipe Charles e a Duquesa de Cornualha:

The Prince of Wales and The Duchess of Cornwall

Clarence House

London SW1A 1BA

United Kingdom

 

Escreva para o Duque e a Duquesa de York,

Princesa Beatrice e Princesa Eugenie:

Buckingham Palace

London SW1A 1AA

United Kingdom

postado por Carolina Moreira e categorizado como Matérias
22.05.2017

O casamento do ano aconteceu no último sábado, dia 20, em Bucklebury, Inglaterra. A irmã da Duquesa de Cambridge, Pippa, casou-se com o bilionário James Matthews na pequena cidade onde cresceu. A cerimônia religiosa ocorreu ainda pela manhã na histórica St. Mark’s Church – a mesma igreja que Kate e William foram fotografados com os filhos na missa de natal ano passado.

A noiva chegou acompanhada pelo pai, Michael Middleton, usando um vestido de noiva de 40 mil libras de Giles Deacon, feito especialmente para ela, e uma tiara de Robinson Pelham. A aliança de casamento é avaliada em 200 mil libras. Segundo o Daily Mail, o casamento custou mais de 1 milhão de libras, mas graças a “generosos amigos”, a família Middleton não pagou a conta inteira sozinha.

A igreja estava enfeitada com flores escolhidas por Green Parlour, o mesmo florista do casamento de William e Kate. Já o buquê foi feito pelo florista Lavender Green.

A Duquesa de Cambridge optou por um look pastel, bem discreto para que não roubasse a cena no casamento. Assim como Pippa fez em seu casamento em 2011, Kate ajudou a preparar a irmã antes que ela entrasse na igreja, arrumando seu vestido, além de ajudar a coordernar as damas e pajens, grupo que seus filhos George e Charlotte fazim parte.

A recepção pela manhã ocorreu em Englefield House com direito a champanhe e 20 tipos diferentes de canapé, incluindo carpaccio com cogumelo, garras de lagosta fresca e lanças de aspargo com molho holandês – o mais britânico possível.  O ambiente estava descontraído e moderno, com os convidados tendo a oportunidade de comer enquanto se misturavam ao redor de uma mesa montada, servida por cozinheiros que cortavam grandes peças de presunto serrano. Houve também uma roda de parmesão, foie gras com torradas e geléia sauternes.

Michael Middleton, o pai da noiva, chegou a fazer um curto discurso durante o almoço, brincando ao dizer que agora ele havia perdido suas duas filhas, mas para bons homens. Uma fonte disse que estava muito claro o quanto ele estava orgulhoso de Pippa. Logo depois, houve um tradicional bolo de três camadas da doceira real Fiona Cairns ao som de uma banda de jazz. Fontes disseram que a Princesa Charlotte esteve um pouco inquieta durante o casamento, e Kate precisava estar sempre segurando-a.

Já a recepção que ocorreu na propriedade dos Middleton à noite, parece ter sido mais pomposa. Tudo ocorreu em um palácio de vidro que levou três dias para ser erguido. Os convidados começaram a chegar pelas 7 da noite, após terem reunido-se no Bucklebury Village Hall para estacionar seus carros e ter a oportunidade de trocar de roupa. Aos homens foram oferecidos camisas brancas frescas se quisessem mudar o look que estavam vestindo.  Já para entrar na festa, cada convidado precisou apresentar uma identificação com foto e uma senha senha especial, exclusiva e escolhida há três meses. Nem mesmo as lendas do tênis Federer e Tim Henman escaparam do processo. A namorada do Príncipe Harry, a atriz americana Meghan Markle também compareceu à festa, após Harry ter dirigido até Londres para buscá-la.

Pouco antes das 8, um Spitfire, avião de caça britânico usado durante a II Guerra, cruzou os céus de forma acrobática antes que os convidados fossem desfrutar do jantar que incluiu salmão defumado, cordeiro escocês e sorvete de uísque. Tudo acompanhado com 750 garrafas de Nyetimber 2010 Blanc de Noir Millington. Foi dito que a noiva optou para que os convidados se misturassem, de forma que os casais não tenham sentado-se juntos durante a festa. O noivo, seu irmão e o padrinho ainda fizeram discursos, e a festa durou até às 4 da manhã.

Veja as fotos do casamento em nossa galeria: