postado por Amanda Gramazio e categorizado como Matérias
22.06.2021

A Duquesa de Cambridge estava animada ao visitar o Museu de História Natural em Londres, instituição que é patrona desde 2013. Vestindo um jeans blue cropped, um top branco Ralph Lauren e um blazer salmão de £1.795 da CHLOÉ, completando seu look com seus favoritos tênis, um colar de ouro de Daniella Draper e delicados brincos de argola de ouro. A Duquesa foi aos “Jardins da vida selvagem” com crianças em idade escolar e aprendeu mais sobre como as comunidades do Reino Unido se beneficiarão do Urban Nature Project (UNP), novo projeto ambiental do museu. Kate foi recebida pelo Diretor do Museu, Dr. Doug Gurr bem como o chefe do AMC, Dr. John Tweddle, e a Diretora Executiva de Desenvolvimento, Fiona McWilliams, que explicou como o projeto está ajudando as pessoas a se reconectar com o mundo natural e encontrar as soluções urgentemente necessárias para proteger o futuro do planeta. Trabalhando com museus parceiros e organizações de vida selvagem de todo o Reino Unido, o projeto pretende conscientizar a nação da importância da natureza presente nas cidades e produzirá ferramentas práticas para apoiar a vida selvagem que vive ao nosso redor.

A Duquesa ouviu mais sobre os planos do projeto e as obras que estão sendo realizadas para transformar os jardins do museu em um centro de pesquisas de ponta, que incluirá salas de aula ao ar livre e um laboratório vivo, para ministrar programas de ciência e aprendizagem para jovens, escolas e famílias em todo o país. O Museu de História Natural de Londres é um centro de pesquisa científica líder mundial e o museu de história natural mais visitado da Europa. A instituição trabalha para usar seu alcance e influência globais para cumprir sua missão de criar defensores do planeta – informar, inspirar e capacitar todos para fazer a diferença pela natureza.

Enquanto visitava os Jardim da Vida Selvagem, Kate e se juntou a alunos locais que participaram de atividades na natureza, incluindo a fabricação de aranhas e um exercício de contar histórias. Durante esse momento de interação a Duquesa de Cambridge se revelou ser uma apicultora ao oferecer aos jovens da escola primária St Mary of the Angels mel das colmeias produzidos em sua casa em Anmer Hall. Kate questionou se eles sabiam de onde as abelhas obtinham seu néctar;

“Vocês gostariam de experimentar um pouco?”
“Eu tenho uma colher para cada. Veio especialmente da minha colmeia. Veja se tem o mesmo gosto de casa. Tem gosto de mel de loja? Tem gosto de flores?”

No final de sua visita, a Duquesa também ajudou a equipe a consertar um dispositivo de monitoramento acústico em uma cerejeira no Jardim da Vida Selvagem, que gravará o som ambiente para ajudar os cientistas do Museu a investigar padrões de atividade de pássaros, mamíferos e insetos no jardim. Os dados coletados pelo dispositivo, que ficará no local durante todo o verão, serão analisados e usados como parte do Programa Nacional de Escolas da UNP, que será lançado em setembro.

Sobre a visita, o Dr. Doug Gurr comenta:

“Estou muito feliz em dar as boas-vindas a Sua Alteza Real aqui hoje, enquanto compartilhamos alguns dos trabalhos que o Urban Nature Project está fazendo para envolver os jovens com a natureza que está em suas portas. A biodiversidade, especialmente em ambientes urbanos, está ameaçada como nunca. Para sobreviver, é preciso que os jovens cresçam com o desejo de protegê-la. Mas sem se sentir animado e envolvido com os espaços verdes ao seu redor, isso está em risco. É por isso que este projeto é crucial para nossos espaços verdes urbanos e todas as espécies que o chamam de lar.”
Confira o post oficial do museu

A visita coincide com o lançamento hoje da Revista Anual do Museu, Soluções para a Natureza e da Natureza, que celebra algumas das principais parcerias, pesquisas e descobertas do Museu no ano passado. De influentes pesquisas sobre biodiversidade compartilhadas com o governo ou o ilustre Prêmio Fotógrafo de Vida Selvagem do Ano para o qual Sua Alteza Real anunciou o vencedor – a revista anual destaca como o Museu está fazendo uma diferença positiva e duradoura para o nosso futuro global.

Em suas redes sociais, o Palácio de Kensington compartilhou a visita de Kate;

“Explorando o Urban Nature Project (UNP) DO Museu de História Nacional.

Projetado para inspirar a próxima geração a cuidar da natureza, o projeto faz parte do trabalho do museu para transformar seu Jardim de Vida Selvagem em um centro de biodiversidade urbana. Hoje, a Duquesa se juntou a crianças em idade escolar que participaram de atividades na natureza no jardim, incluindo a criação de aranhas e um exercício interativo de contar histórias, antes de fixar um dispositivo de monitoramento acústico em uma cerejeira no Wildlife Garden A que gravará o som ambiente para ajudar os cientistas do Museu para investigar os padrões de atividade de pássaros, mamíferos e insetos no jardim. O novo programa comunitário do Museu irá co-criar quatro atividades familiares e recursos para um programa de aprendizagem familiar no local, que inclui experiências autoguiadas, estações de manejo, artesanato natural e atividades que contribuem para a biodiversidade urbana. Obrigado a todos que se juntaram a nós hoje – esperamos que as crianças da Escola Primária St Mary of the Angels tenham gostado do mel caseiro da Duquesa

Como parte de seu trabalho de longa data sobre a primeira infância, a Duquesa de Cambridge acredita que passar tempo ao ar livre desempenha um papel fundamental na saúde e felicidade futuras das crianças, construindo alicerces que duram pela infância e por toda a vida. Kate visa destacar como passar o tempo ao ar livre pode enriquece o desenvolvimento inicial da criança, proporcionando um ambiente que incentiva a exploração ativa e a oportunidade de formar e fortalecer relacionamentos positivos.

relacionado
24.07.2021
relacionado
13.06.2021
relacionado
13.06.2021
relacionado
25.04.2021
comente a postagem!